AULAS PARTICULARES - o momento é agora!

Quando ouvimos falar em aula particular, a primeira impressão é de falência ou fracasso escolar pelo fato de um aluno não conseguir acompanhar ou ter perdido detalhes importantes na hora da explanação do professor e ter que usar este recurso estendido às aulas; a aula particular.


Não gosto do termo fracasso escolar, mas pensando nas consequências desastrosas, os argumentos e a discussão mediante este fato podem se dirigir para diversos rumos, como a metodologia das aulas com os diversos déficits ou problemas do indivíduo no processo de aprendizagem. O que acontece é quando, durante o processo do ensino, o aluno perde algum detalhe que faz parte de um contexto ou de um raciocínio mais complexo e - na retomada deste conteúdo - sente um vazio completo. É, neste ponto, que a aula particular se encaixa na aprendizagem. A aula particular tem como objetivo retomar, relembrar, reavaliar, recordar e principalmente preencher as lacunas no processo de ensino e aprendizagem. Em um modelo de treino e retomada de conteúdo, a aula particular se encaixa perfeitamente nestes períodos de fim de ano, os quais não se tem mais espaço nem tempo para um acompanhamento escolar, que é uma outra modalidade de reforço escolar. Mas isso fica para outro encontro. A aula particular trata de focar em metas e resultados a curto prazo e que auxiliam neste fim de bimestre ou trimestre, no qual se acumulam tarefas e se escassa o tempo. Vai a dica da Oficina do Aluno.


Confira:

Fan Page Oficina do Aluno